Resenha| Scarlet

b69092a8-665e-4e55-848b-57a7e825b7d7scarlet_cronicaslunares2

Título: Scarlet

Autora: Marissa Meyer

Editora: Rocco

Série: As Crônicas Lunares

nº de pgs: 480

Sinopse: Depois de Cinder, estreia de sucesso de Marissa Meyer e primeiro volume da série As Crônicas Lunares, que chegou ao concorrido ranking dos mais vendidos do The New York Times, a autora está de volta com mais um conto de fadas futurista. Scarlet, segundo livro da saga, é inspirado em Chapeuzinho Vermelho e mostra o encontro da heroína ciborgue que dá nome ao romance anterior com uma jovem ruiva que está em busca da avó desaparecida. Em uma trama recheada de ação e aventura, com um toque de sensualidade e ficção científica, Marissa Meyer prende a atenção dos leitores e os deixa ansiosos pelos próximos volumes da série.

O segundo livro de uma série costuma ser o pesadelo de todo leitor, pois é mais do que comum cair muito a qualidade vista no primeiro. Mas eu fico super feliz em contar que Scarlet é um ótimo exemplo de que nem sempre isso acontece.

Embora a série As Crônicas Lunares nos apresente uma protagonista nova a cada livro, a trama principal continua a mesma, de forma que se você não seguir a ordem dos livros, você não vai entender tudo. Sendo assim, essa resenha vai conter spoilers de Cinder (aqui está o link da resenha), o primeiro livro da série. Estejam avisados.

Scarlet é uma jovem que mora com a avó em uma cidadezinha da França onde as duas mantém uma fazenda. Quando a encontramos, a avó de Scarlet está desaparecida há quase duas semanas e a polícia desistiu das buscas, pois acredita que a fazendeira foi embora porque quis. Scarlet tem certeza de que a avó não a abandonaria por nada e acredita que algo muito ruim aconteceu com ela.

Nessa mesma época chega à cidade um rapaz chamado Lobo, um lutador de lutas clandestinas, mas que parece ser uma pessoa muito gentil fora dos ringues. Ele e Scarlet tem uma ligação e empatia logo que se conhecem, mas vários acontecimentos vão fazer a garota suspeitar que Lobo pode ter algo a ver com o sumiço de sua avó, ao mesmo tempo em que ela não tem escolha em aceitar a ajuda dele para procurar a mulher.

Paralelo a tudo isso, Cinder está fugindo da cadeia. No fim do livro anterior descobrimos sua verdadeira identidade e isso a impulsiona a fugir da Comunidade Asiática e das garras da rainha Levana. Em sua fuga ela acaba cruzando com outro prisioneiro, Thorne, um ex militar americano que acaba aproveitando para ir junto. Enquanto isso, Kai, agora imperador, tenta lidar com todo o caos dos acontecimentos do final do livro anterior, assim como da fúria de Levana ao perder a prisioneira.

Sim, esse livro tem vários pontos de vista, o que é muito bom para sabermos tudo o que está acontecendo em todos os pontos da história. Mesmo que Scarlet e Lobo sejam os protagonistas, Cinder tem quase tanto espaço quanto eles, o que deve animar os fãs do primeiro livro. Eu não precisava nem disso, desde o começo fiquei vidrada em acompanhar a história de Scarlet e sua busca pela avó. Mas vamos falar um pouco dos personagens.

Cinder continua ótima, mas agora ela tem muitos questionamentos e se sente amedrontada pelo que descobriu no livro passado. Ela não quer ter tanta responsabilidade, mas as consequências de fugir de quem ela é são desastrosas e só tendem a piorar. Capitão Thorne (há controvérsias quanto ao capitão) é hilário, sendo uma mistura de Jack Sparrow  e Han Solo. Ele é super vaidoso e um tanto quanto egoísta, mas acaba comprando a missão dos personagens, mesmo sem ter nada a ver com a história. Claro que ele não faz isso sem reclamar. Kai partiu nossos corações no livro anterior, mas é impossível não ficar com pena desse jovem que tem o destino de tantos em suas mãos e tem que se sacrificar em suas escolhas. Eu só quero que ele descubra a verdade logo. Socorro! Ah! Lembrando que não tem triângulo amoroso e eu sou uma pessoa mais feliz por causa disso.

Scarlet é maravilhosa, ela é badass, não leva desaforo para casa e luta contra qualquer coisa para ter a avó de volta. Ao mesmo tempo ela é uma personagem muito humana que precisa de ajuda e conforto. Eu me apaixonei por Lobo na primeira vez em que ele aparece, ele é enorme e super forte, mas está sempre se encolhendo para não machucar ninguém. É tão fofo! O relacionamento entre os dois é mais intenso do que foi com Cinder e Kai no livro passado. Scarlet e Lobo são mais dependentes um do outro, tudo acontece muito rápido e de maneira muito intensa. Costumo me incomodar com esses romances instantâneos, mas a autora conseguiu construir a relação dos dois muito bem e tudo ficou muito verdadeiro e orgânico.

Assim como no livro anterior, as reviravoltas nessa história são completamente previsíveis, mas isso não tira a graça da história, apenas mostra como a autora tem tudo planejado. Ainda assim, um acontecimento me pegou de surpresa e eu amei o caminho que a história tomou, além de ser muito empolgante ver as tramas se interligando. Minhas ressalvas sobre esse livro são, primeiramente, sobre a falta de pontos de vista do Lobo. Os capítulos narrados por ele não são o suficiente para entendermos, ou melhor dizendo, comprarmos suas motivações. A autora deixou certas explicações de lado em favor do fator surpresa e acabou perdendo em coesão. O segundo ponto que me incomodou foi que a resolução dos conflitos entre ele e Scarlet foi muito apressada. Não teve tanto desenvolvimento quanto eu gostaria.

Só por causa disso o livro não leva nota máxima, porque de resto, ele foi tão bom quanto o primeiro, com personagens incríveis e uma trama que te deixa preso o tempo inteiro. A escrita de Marissa Meyer é deliciosa e a diagramação do livro é linda, desde a capa até as citações do conto de fadas original (Chapeuzinho Vermelho) no início de cada parte. 

Nota: 4/5

Ps: Thorne é o protagonista do próximo livro junto de Cress, a haker lunar meio doidinha que Cinder conheceu no primeiro livro, e eu não consigo ver como isso vai funcionar. O que só me deixa ainda mais ansiosa pela história deles.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s