Resenha| Quando a Noite Cai

quando2ba2bnoite2bcai2bcapa

Título: Quando a Noite Cai

Autora: Carina Rissi

Editora: Verus

Livro único

nº de pgs: 448

Sinopse: Briana Pinheiro sabe que não é a pessoa mais sortuda do mundo. Sempre que ela está por perto algo vai mal, especialmente no trabalho. Por isso é tão difícil manter um emprego. E a garota realmente precisa de grana, já que a pensão da família não anda nada bem. Mas esse não é o único motivo pelo qual Briana anda perdendo o sono. Quando a noite cai e o sono vem, ela é transportada para terras distantes: um mundo com espadas, castelos e um guerreiro irlandês que teima em lhe roubar os sonhos… e o coração. Depois de ser demitida — pela terceira vez no mês! —, Briana reúne coragem e esperanças e sai em busca de um novo trabalho. É quando Gael O’Connor cruza seu caminho. O irlandês de olhar misterioso e poucas palavras lhe oferece uma vaga em uma de suas empresas. Só tem um probleminha: seu novo chefe é exatamente igual ao guerreiro dos seus sonhos. Enquanto tenta manter a má sorte longe do escritório, Briana acaba por misturar realidade e fantasia e se apaixona pelo belo, irresistível e enigmático Gael. Em uma viagem à Irlanda, a paixão explode e, com ela, o mundo de Briana, pois a garota vai descobrir que seu conto de fadas está em risco — e que talvez nem mesmo o amor verdadeiro seja capaz de triunfar…

Desde que a Carina Rissi anunciou a premissa desse livro, meses atrás, fiquei louca para ler, porque né, gente… Irlanda! Então foi o livro lançar e eu correr para comprar. Mas talvez eu tenha ido com muita sede ao pote.

Não me entendam mal, eu gostai do livro, ele só não foi exatamente o que eu esperava. Bora conferir?

Briana é uma garota batalhadora, mas que tem uma falta de sorte terrível. Algum acidente sempre acontece e a faz sair do emprego em poucos dias. É então, logo após ser despedida mais uma vez, que Briana vai meio desanimada para uma entrevista de emprego em uma empresa de construção. Mas a falta de sorte da moça se superou dessa vez, não vou contar o que acontece, mas logo no começo temos uma das cenas mais engraçadas do livro. Com um milagre, (ou ajuda do destino, quem sabe) Briana acaba sendo contratada e se torna assistente de Gael O’Connor, só tem um problema: seu novo chefe é idêntico ao guerreiro irlandês com quem ela sonha quase todas as noites há cinco anos.

Desde os 18 anos, a garota tem sonhos frequentes com a história de amor entre o guerreiro Lorcan e a princesa fugitiva Ciara (lê-se Kiara, sim igual à filha do Simba ♥). É claro que ela fica em choque de encontrar um homem igualzinho ao cara dos seus sonhos, mas ela vai levando essa bizarrice do jeito que dá.

A primeira metade do livro é muito divertida e segue o tom de leveza que tanto amo nos livros da Carina. Briana é uma excelente protagonista, muito atrapalhada, mas sem exageros, além disso, ela não sofre do mal que as protagonistas de chick-lit têm às vezes que é o de tomar péssimas decisões só para ter algum conflito ou cena de comédia. As situações nesse livro acontecem de maneira bem orgânica. Gael é lindo, educado e super cavalheiro, mas ele não me apaixonou como ocorreu com os mocinhos anteriores da autora. Acho que como ele é muito misterioso, eu fiquei mais concentrada em descobrir seus segredos do que nele próprio. Então, não foi dessa vez. Max e Dante continuam a disputar o primeiro lugar em meu coração. 

Aliás, segredos e mistério é o que não falta nesse livro. Devo ter criado umas cinco teorias diferentes ao longo da leitura, sempre mudando de ideia. É claro que uma delas tinha que estar certa hahaha. Essa leitura te deixa totalmente preso, exatamente por querer descobrir o que tem por tás dessa história toda. E assim chegamos à segunda metade do livro com uma viagem de Briana e Gael a negócios para a terra natal do moço, a Irlanda. A partir daí o tom do livro muda um pouco. Ele não chega a ficar trágico ou triste, mas fica mais dramático do que eu esperava e foi aí que não consegui largar mesmo esperando ver todos bem novamente. Entretanto, eu não curti muito essa perda de humor que deixou a leitura um pouco cansativa para mim.

Então, no balanço geral, eu gostei sim desse livro. Ele tem cenas de fazer gargalhar alto, uma protagonista por quem você torce e Carina nos deu duas histórias de amor, Briana e Gael no presente e Lorcan e Ciara nos sonhos, além é claro de todo o mistério que permeia o livro basicamente até o fim. O desfecho foi lindo e perfeito, na minha opinião.

Mas é um livro com alguns defeitos: eu não consegui me apegar aos casais, tipo, ficar esperando cada cena deles juntos. Ainda que torcesse, não cheguei a suspirar por eles; os personagens secundários não vão muito além do óbvio, o único que chama atenção é Lorenzo e seu passado conturbado; e para finalizar, todo o mistério pode ser resolvido muito antes do que é contado se você estiver prestando atenção, então não vi necessidade de contar tudo praticamente na reta final.

Com tudo isso, Quando a Noite Cai é um livro bom, foi uma leitura super prazerosa, mas para mim não foi um dos melhores da Carina Rissi.

Nota: 3,5/5

ps: Carina, aceito um livro do Lorenzo. Obrigada.

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Um comentário sobre “Resenha| Quando a Noite Cai

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s