Resenha| Uma Noite Como Esta

uma2bnoite2bcomo2besta

Título: Uma Noite Como Esta

Autora: Julia Quinn

Editora: Arqueiro

Série:  O Quarteto Smythe-Smith 02

nº de pgs: 272

Sinopse: Daniel Smythe-Smith passou três anos exilado na Itália depois de um duelo com seu amigo, o gênio matemático Hugh Prentice, e quase o fez perder uma perna. Com isso o pai de Hugh, Lorde Ramsgate, o ameaçou dizendo que se ele não saísse do país seria morto, mas um dia ele recebe a visita de seu amigo, que o libera para voltar à Inglaterra…
Ele volta justamente no dia da apresentação do Quarteto, mas encontra uma pessoa diferente ao piano (já que sua prima Sarah fingiu estar doente para não participar, Anne Wynter, a governanta das irmãs dela a substituiu), ao olhar para ela, ele fica encantado e, ao final da tortura apresentação ele corre para encontrá-la. Ao vê-la, não resiste e a beija, mesmo sem conhecê-la direito e ela, depois de um tempo escapa dele e se esconde.
Por falar em se esconder, Anne Wynter (ou melhor, Annelise Shawcross) esconde seu passado de todos, pois ela teve que se afastar de sua família, após ser enganada e humilhada por seu amado, que prometeu se casar com ela, sendo que na verdade já estava comprometido com uma mulher mais rica. Além de ter perdido a virgindade, o que já era terrível, ainda leva toda a culpa pelo que aconteceu, e por isso, ela não pode mais ter contato com a família e ela é levada para viver como governanta numa residência na Ilha de Man. Depois de um tempo, Anne foi contratada para cuidar das meninas Pleinsworth, primas de Daniel. E apesar da tentativa de manter seu passado oculto, a Lady Pleinsworth desconfiava que ela era de origem nobre e tinha motivos para negar sua criação.
Daniel, ao saber que Anne é a governanta de suas primas, resolve ir sempre à casa Pleinsworth sob o pretexto de vê-las, e sempre ia passear com elas, porque sabia que ela iria junto. E, com isso eles vão ficando cada vez mais apaixonados, mesmo que ela não adimita. Mas, o que ele não sabe, é que os segredos de Anne, vão além do tipo de criação que teve, e que agora, mais do que nunca, precisará conhecer o seu passado, pois ambos estão correndo perigo, e, desta vez, não tem nada a ver com o Lorde Ramsgate ou o duelo.

Já dizia mr. Rocherter em Jane Eyre, toda governanta tem uma história triste por trás.

O primeiro capítulo desse livro acontece concomitantemente ao final de Simplesmente o Paraíso (resenha), com a volta de Daniel para a Inglaterra e a descoberta de o que Anne estava fazendo logo após o fim do concerto musical. Ambos se sentem encantados e atraídos um pelo outro assim que se conhecem, mas Anne sabe que um relacionamento entre eles é impossível, não apenas por ela ser governanta das priminhas de Daniel, mas também por conta de seu passado.

Já Daniel não está tão certo disso e faz de tudo para se aproximar e conhecer a moça, nem que tem que passar tardes e mais tardes estudando com as primas, interpretando peças que podem ser tragédias ou comédias, ninguém sabe, e falando sobre… unicórnios. Sério, gente, Daniel tem toda a pose de sedutor, mas no fundo é um fofo que faz de tudo para agradar e proteger a família e também, Anne, a moça por quem está completamente apaixonado.

Não demora muito para descobrirmos o segredo da governanta, dá vontade de abraçá-la e torná-la nossa melhor amiga para que não se sinta tão só. Ela adora as pupilas e quer proteger as meninas dos perigos de seu passado. Aliás, perigos é o que não faltam nesse livro, os personagens sofrem alguns atentados e se perguntam se é o passado de Daniel ou o de Anne que está ameaçando a todos.

O romance aqui acontece de um jeito meio rápido para o meu gosto, desde o começo os protagonistas têm uma atração muito forte, mas as cenas entre eles são tão fofas que deu para relevar. As priminhas de Daniel também são uns amores, especialmente a mais nova que tem uma obsessão por unicórnios. Nesse livro também vemos um pouco de Hugh, com quem Daniel duelou no passado. Ele é meio (ou completamente) maluco e fiquei muito ansiosa por seu livro, que será o próximo da série.

Uma Noite Como Esta tem um ritmo frenético em sua reta final, mas mesmo com toda a tensão dos acontecimentos é impossível não rir. Julia Quinn nos trás mais um livro divertido e apaixonante!

Nota: 4/5

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s