Resenha| Eliza and her Monsters

31931690

Título: Eliza and her Monsters

Autora: Fransesca Zappia

Editora: Greenwillow Books

Livro único

nº de pgs: 400

Sinopse: No mundo real, Eliza Mirk é tímida, estranha, inteligente e sem amigos. Online, Eliza é LadyConstellation, a criadora anônima da popular webcomic chamada Monstrous Sea. Com milhões de seguidores e fãs ao redor do mundo, a persona de Eliza é popular. Eliza não consegue se imaginar gostando do mundo real tanto quanto ela adora sua comunidade digital. Então, Wallace Warland se transfere para a escola dela e Eliza começa a se perguntar se uma vida offline pode valer a pena. Mas quando o segredo de Eliza é acidentalmente compartilhado com o mundo, tudo que ela construiu—sua história, seu relacionamento com Wallace, e inclusive sua sanidade—começa a desmoronar. Tanto com páginas da webcomic de Eliza, tanto quanto screenshots dos foruns online, esse livro de formato único irá interessar fãs de Nimona de Noelle Stevenson e Fangirl de Rainbow Rowell. (Tradução Livre).

Eu não amei esse livro como aparentemente 99% das resenhas que vi sobre ele amaram, mas isso não quer dizer que eu não tenha gostado e percebido vários dos seus pontos positivos. Deixa eu falar melhor disso.

O livro chamou minha atenção pela semelhança com Fangirl da Rainbow Rowell que eu amei de todo o coração. Nós temos Eliza, essa adolescente que desde os 15 anos escreve, desenha e publica uma webcomic (uma série de quadrinhos online) que faz um sucesso estrondoso, mas mantem a própria identidade em segredo, para não sofrer ainda mais pressão de todo esse sucesso. Logo no começo do livro, Wallace passa a estudar na turma dela e ele revela não só que ama Montrous Sea (a webcomic) como escreve a fanfic de maior sucesso sobre essa série. Eliza entra em pânico e acaba não revelando sua identidade para ele, mesmo com a amizade entre eles crescendo e se tornando algo mais.

Além dessa coisa de fandom e tal, outra semelhança com Fangirl é que Eliza tem algumas questões psicológicas. Ela claramente sofre de ansiedade e todo o estresse gerado com a revelação de sua identidade, agravam ainda mais essa questão. Então, o maior ponto positivo que vi nesse livro foi justamente o processo dela e de sua família de perceber que tem algo errado e procurar ajuda profissional. O livro é muito realista nesse aspecto, em mostrar como isso é difícil e que nada é resolvido em poucas semanas ou até mesmo meses, mas que sim, um dia vai melhorar e isso vai acontecendo gradualmente.

Falando tudo isso, parece que Eliza and her Mosnters é um livro bem denso e triste, certo? Mas que nada. Mais de 80% do livro é sobre a vida da garota, seu relacionamento com a família, os amigos online e principalmente a fofura que é o romance dela com Wallace que começa como amizade. Na verdade, as questões mais sérias que vêm com a grande revelação só acontecem na reta final e isso me incomodou um pouco.

Esse não é um livro de acontecimentos, é um livro sobre personagens e eles são muito bem construídos. Então temos todo o tempo para desenvolvimento deles e isso é ótimo, mas a história segue com várias cenas que não acrescentam nem nessa construção de personagens, nem no andamento da trama. Resumindo, esse livro poderia ser bem menor, sem prejuízo. Essa demora em acontecer a reviravolta prometida desde a sinopse foi o que menos gostei.

Como eu disse os personagens são muito bem desenvolvidos. No começo, apesar de gostar de Eliza, me irritava com a forma distante com que ela agia com a família, porém com o decorrer da trama percebi que os pais dela também era muito extremistas. Faltava, aos dois lados, percepção e aceitação. Assim, a minha cena preferida, foi quando o irmãos de Eliza mostram aos pais deles a dimensão do sucesso da webcomic, provando que tentar forçar alguém a fazer o que ela não quer não mostra cuidado e preocupação e sim, entender quem é aquela pessoa. Mostrar interesse por todos os aspectos da vida dela, não forçar o seu estilo de vida sobre ela.

A única coisa que ficou ruim sobre os personagens, foi a reação de Walllace com a descoberta da identidade de Eliza. Não vou falar o que ele faz, para não dar spoilers, mas ficou muito incoerente com o que havia sido mostrado dele até aquele momento. Parece que só foi colocado para aumentar desnecessariamente o drama da situação.

Enfim, Eliza and her Monsters, foi um livro com vários pontos positivos e negativos, mas que recomendo muito a leitura. Li em ebook, mas a diagramação é linda, cheia dos desenhos (maravilhosos) da webcomic e com algumas passagens da fanfic de Wallace. A escrita da autora prende demais, mesmo quando não tinha nada acontecendo, eu não queria parar de ler.

Nota: 3,5/5

ps: Eu não achei nada sobre a publicação desse livro por uma editora brasileira, mas uma vez que é da mesma autora de Inventei Você (que fiquei com ainda mais vontade de ler) acho bem possível que em breve seja publicado aqui. Mas para quem lê inglês, o vocabulário é bem tranquilo. 

 

 

 

 

Anúncios

Um comentário sobre “Resenha| Eliza and her Monsters

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s