Resenha| Assassinato no Expresso Oriente

27963deb96de1eae1bc56dc1c07bd0a31

Título: Assassinato no Expresso Oriente

Autora: Agatha Christie

Editora: Nova Fronteira

nº de pgs: 200

Sinopse: Nada menos que um telegrama aguarda Hercule Poirot na recepção do hotel em que se hospedaria, na Turquia, requisitando seu retorno imediato a Londres. O detetive belga, então, embarca às pressas no Expresso do Oriente, inesperadamente lotado para aquela época do ano.
O trem expresso, porém, é detido a meio caminho da Iugoslávia por uma forte nevasca, e um passageiro com muitos inimigos é brutalmente assassinado durante a madrugada. Caberá a Poirot descobrir quem entre os passageiros teria sido capaz de tamanha atrocidade, antes que o criminoso volte a atacar ou escape de suas mãos.

Eu jurava que tinha lido esse livro na adolescência, mas conversando com uma amiga descobri que estava confundindo com outro livro da Agatha. Então, já que o filme está chegando, corri para conhecer essa história. Vem conferir o que achei.

Continuar lendo

Anúncios

Resenha| O Assassinato de Roger Ackroyd

medium_997

Título: O Assassinato de Roger Ackroyd

Autora: Agatha Christie

Editora: Globo Livros

n de pgs: 308

Sinopse: Em uma noite de setembro, o milionário Roger Ackroyd é encontrado morto, esfaqueado com uma adaga tunisiana – objeto raro de sua coleção particular – no quarto da mansão Fernly Park na pacata vila de King’s Abbott. A morte do fidalgo industrial é a terceira de uma misteriosa sequência de crimes, iniciada com a de Ashley Ferrars, que pode ter sido causada ou por uma ingestão acidental de soníferos ou envenenamento articulado por sua esposa – esta, aliás, completa a sequência de mortes, num provável suicídio.
Os três crimes em série chamam a atenção da velha Caroline Sheppard, irmã do dr. Sheppard, médico da cidade e narrador da história. Suspeitando de que haja uma relação entre as mortes, dada a proximidade de mrs. Ferrars com o também viúvo Roger Ackroyd, Caroline pede a ajuda do então aposentado detetive belga Hercule Poirot, que passava suas merecidas férias na vila.
Ameaças, chantagens, vícios, heranças, obsessões amorosas e uma carta reveladora deixada por miss Ferrars compõem o cenário desta surpreendente trama, cujo transcorrer elenca novos suspeitos a todo instante, exigindo a habitual perspicácia do detetive Poirot em seu retorno ao mundo das investigações. O assassinato de Roger Ackroyd é um dos mais famosos romances policiais da rainha do crime.

Imagino Agatha Christie sentada em uma varanda, bebendo chá e rindo internamente ao pensar na cara dos leitores ao terminarem de ler essa história.

Continuar lendo

Resenha – O Homem do Terno Marrom

ternomarromTítulo: O Homem do Terno Marrom

Autora: Agatha Christie

Editora: BestBolso

nº de pgs: 276

Sinopse: Após a morte do pai, a bela Anne Beddingfield vai para Londres em busca de emoções. Mas a jovem não podia imaginar que logo uma aventura mais empolgante e perigosa do que a dos romances com os quais sonhou durante toda a vida cruzaria seu caminho. Ela assiste à queda fatal de um homem nos trilhos do metrô e, no mesmo dia, uma mulher é estrangulada em condições misteriosas.
Anne percebe que as mortes podem ter ligações e acaba se envolvendo com uma quadrilha de criminosos cruéis, dirigida pelo “coronel”. Outro coronel – este, um militar de verdade – também está envolvido na trama: é Race, alto funcionário do serviço secreto. O homem do terno marrom é uma engenhosa mistura de romance policial e aventura que encanta e prende o leitor até seu desfecho surpreendente.

A protagonista daqui resolve encarnar o Bilbo Bolseiro e sair em uma aventura.

Continuar lendo

Resenha – O Adulto

capa-o-adultoTítulo: O Adulto

Autora: Gillian Flynn

Editora: Intrínseca

Conto

nº de pgs: 64

Sinopse: Vencedor de um Edgar Award, O adulto, de Gillian Flynn é uma homenagem às clássicas histórias de terror.

Uma jovem ganha a vida praticando pequenas fraudes. Seu principal talento é a capacidade de dizer às pessoas exatamente o que elas querem ouvir, e sua mais recente ocupação consiste em se passar por vidente, oferecendo o serviço de leitura de aura para donas de casa ricas e tristes.
Certo dia, ela atende Susan Burkes, que se mudou há pouco tempo para a cidade com o marido, o filho pequeno e o enteado adolescente. Experiente observadora do comportamento humano, a falsa sensitiva logo enxerga em Susan uma mulher desesperada por injetar um pouco de emoção em sua vida monótona e planeja tirar vantagem da situação.
No entanto, quando visita a impressionante mansão dos Burke, que Susan acredita ser a causa de seus problemas, e se depara com acontecimentos aterrorizantes, a jovem se convence de que há algo tenebroso à espreita. Agora, ela precisa descobrir onde o mal se esconde, e como escapar dele. Se é que há alguma chance.
Em seu estilo inconfundível que arrebatou milhares de fãs, Gillian Flynn traça surpreendentes e intrigantes perfis psicológicos dos personagens e tece uma narrativa repleta de suspense ao mesmo tempo em que brinca com elementos clássicos do sobrenatural.

Família se muda para uma casa nova com um passado sombrio e onde existem acontecimentos estranhos… típica história de terror, até Gillian Flynn deixar sua marca e subverter a coisa toda.

Continuar lendo

Resenha – Histeria

histeria_1442864402527953sk1442864402b

Título: Histeria

Autora: Katherine Howe

Editora: Globo Alt

Livro único

nº de pgs: 392

Sinopse: Histeria narra os estranhos eventos envolvendo uma misteriosa epidemia que afeta as alunas do Ensino Médio na cidade de Danvers, Massachusetts. Subitamente, meninas à espera do resultado das universidades apresentam sintomas estranhos – convulsões, crises de tosse e queda de cabelo –, o que espalha pânico e dá início a especulações na St. Joan Academy. Reação alérgica à vacina contra HPV, poluição ambiental, estresse coletivo… Ou elas estariam apenas fingindo?
É quando uma das estudantes percebe semelhanças entre o que acontece com suas amigas e algo que ocorreu há mais de 300 anos: o julgamento das Bruxas de Salem, episódio no qual 20 pessoas foram condenadas à morte por praticar feitiçaria. Fazendo uma atividade complementar, Colleen Rowley precisa ler os relatos da época e começa a notar que talvez exista mais por trás da doença misteriosa que aflige suas colegas.
Com doses de suspense, história e inquietação adolescente, a autora constrói uma trama que cativa o leitor, criando uma atmosfera tensa e misteriosa. Ao mesmo tempo, Howe retrata com fidelidade o clima de extrema competitividade acadêmica e mostra como os sentimentos podem se revelar de maneiras misteriosas.

Se você leu a sinopse e lembrou de um caso parecido que ocorreu nos Estados Unidos alguns anos atrás, não é mera coincidência. A autora, Katherine Howe, fazia um trabalho sobre a peça As Bruxas de Salem de Arthur Miller, em 2012, quando alunas do colégio Le Roy, em Nova York, passaram a apresentar sintomas inexplicáveis que Katherine imediatamente associou às garotas do Vilarejo de Salem, responsáveis por acusarem dezenas de pessoas por prática de bruxaria no século XVIII.

Continuar lendo

Leituras do Mês – Agosto/2016

PicsArt_09-01-10.23.04

Agosto durou uma eternidade, mas pelo menos deu para ler bastante.

 

 Um Gato de Rua Chamado Bob: foi uma releitura que fiz pela ansiedade de assistir o filme. Um livro sobre amizade e segundas chances.
O Mundo Pelos Olhos de Bob: O segundo livro sobre James e o gato Bob, mostrando as dificuldades de trabalhar nas ruas de Londres, foi uma leitura tão agradável quanto a do primeiro livro. 
O Tormento Mais Sombrio: O 12º livro da série Senhores do Mundo Subterrâneo. Como eu amo essa série! Paro a vida quando sai um novo livro e esse seguiu a mesma linha dos outros: divertido, com personagens complexos, um casal hot e ganchos para os próximos livros que me deixaram louca! 
Poirot Investiga: Um livro de contos do detetive Poirot da Agatha Christie. Não tem casos tão espetaculares quanto os livros, mas é divertido de ler e ver outras situações além da resolução de assassinatos. 
Pecados no Inverno: nesse livro a Lisa Kleypas mostra que tem total controle dos personagens e transforma um vilão em um adorável mocinho, além de ter tudo de melhor dos Romances de Época. 
O Efeito Rosie: Dom continua como um dos mais adoráveis personagens que já li, porém Rosie conseguiu me irritar além do que imaginava.
Ricardo III: uma peça com traições, maldições e um vilão com um forte apelo ao público. Foi uma leitura divertida e já tem resenha no blog.
Obsidiana: outra releitura que tive vontade de fazer porque senti falta de um YA e esse livro tem os melhores clichês do gênero. A resenha vai sair em breve.
E foi isso o que eu li. E como foram as leituras de vocês nesse mês? 

Resenha – Poirot Investiga

7460952gg

Título: Poirot Investiga

Autora: Agatha Christie

Editora: BestBolso

nº de pgs: 238

Sinopse: 14 incríveis contos em que Hercule Poirot brilha como grande detetive. O conto não é o gênero em que Agatha Christie usou o melhor de sua imaginação criminosa. Em compensação, foi nas narrativas curtas que a Dama do Crime demonstrou um insuspeitado talento literário, escrevendo em um estilo mais elaborado e límpido, como o leitor poderá conferir nessa coletânea

Esse é o quarto livro pulicado da Agata Christie e consequentemente o quarto livro do projeto #AgathaChristienoBA. Não deu para ler o romance do mês passado, mas voltamos nesse com o detetive belga, Hercule Poirot e seu amigo Hastings em um livro de contos dos mais variados estilos, mas que por ironia difere do estilo que é marca registrada da autora. 

Continuar lendo

Resenha – A Árvore da Mentira

CAPA-A-Árvore-da-Mentira

Título: A Árvore da Mentira

Autora: Fraces Hardinge

Editora: Novo Século

Livro Único

nº de pgs: 304

Sinopse: Na inóspita ilha inglesa de Vane, em pleno século XIX, os Sunderlys desembarcam, atraindo atenções e suspeitas. Quando o reverendo Erasmus, patriarca da família e proeminente estudioso de ciências naturais, é encontrado morto em circunstâncias obscuras, sua filha, a jovem e impetuosa Faith, está determinada a desvendar o mistério. Para isso, precisará de coragem não apenas para confrontar dolorosos segredos mas também para desafiar as implacáveis tradições da sociedade em que vive. Investigando os pertences do pai em busca de pistas, ela descobre uma planta estranha. Uma árvore que se alimenta de mentiras sussurradas e dá frutos que revelam verdades ocultas. Quando a espiral das sedutoras mentiras de Faith fica fora de controle, ela compreende que as verdades estilhaçam muito mais. Combinação de horror, romance policial e realismo fantástico, esta arrepiante história da premiada escritora britânica Frances Hardinge, autora de “Canção do Cuco”, promete arrebatá-lo do começo ao fim.

É muito mais difícil falar sobre um livro que você gostou de mais do que de um que não gostou, certo? E é justamente esse o caso. A Árvore da Mentira foi uma das melhores leituras do ano e passei um bom tempo pensando em como mostrar porque esse livro foi tão bom. Não sei se consegui, mas vamos lá!

Continuar lendo

Leituras de Julho + Balanço da Maratona Literária de Inverno 2016.

pixlr.jpg

E não é que eu consegui ler bastante e cumprir as categorias da maratona?

O Rei do Inverno: livro da categoria encalhado há mais de um ano na estante. Pois é, o livro tava lá parado, mas fui super na expectativa, porque nunca tinha lido Bernard Cornewl e era livro histórico e era sobre o rei Arthur! Como dar errado? Pois é. Deu. Achei a leitura meio entediante.

Não Pare!livro da categoria hype. É um Young Adult com uma mitologia completamente diferente e um ritmo frenético. Foi uma leitura viciante.

Uma Noite para se Entregar: adoro romances de época e recentemente conheci a autora Tessa Dare e quero ler tudo dela! Esse é o primeiro livro da série Spindle Cove. É divertidíssimo e com protagonistas apaixonantes.

Vocação para o Mal: o terceiro livro da série do detetive Cormoran Strike o melhor até agora. Sério, cadê o próximo? Um dos melhores do mês.

A Maldição do Vencedor: Livro da categoria Outros Mundos. Não costumo gostar se distopias, então foi uma surpresa eu ter adorado esse livro, super viciante.

Tito Andrônico: a peça do mês para o projeto #AgoraVaiShakespeare. Foi bem ruim, tanto que não tive vontade de fazer resenha. Mas já esperava, pois essa é a.peça menos querida do Bardo.

Coração?: os livros da série o Protetorado da Sombrinha são sempre divertidos e esse com certeza foi um dos melhores. – A resenha sai em breve.

A Árvore da Mentira: esse livro cumpriu a última categoria que era diversidade, conhecer outras culturas. A trama se passa na Inglaterra vitoriana e a autora nos transmite muito bem a condição feminina da época, quando a mulher era praticamente invisível. Uma mistura de romance histórico, thriller de investigação e realismo fantástico. – A resenha sai em breve.